Interessante logomarca_campanhatransito

Published on março 11th, 2012 | by Rafael Eugean

0

CONHEÇA OS PROBLEMAS SEM PASSAR POR ELES

Para mim, está se tornando insuportável ver tragédias acontecendo no trânsito sem que a punição rigorosa venha para fazer diminuir estes fatos.

Quem assistiu no domingo ( 12/02/12), o programa Fantástico acompanhou a morte de um trabalhador feirante, que aproximadamente às 05:00 horas, ao fazer a conversão à esquerda com a sua Kombi para adentrar no CEASA, recebeu uma primeira forte colisão de um veículo, possivelmente fazendo racha, a 160 km/h, ao ultrapassar a Kombi pela contra mão, em seguida, outro veículo, colidiu na lado direito da Kombi, também de forma violenta, por causa da velocidade. A Kombi ficou dividida em 3 pedaços e o provedor da família, o feirante teve morte no local. E os motoristas causadores desta morte, ficarão livres? Serão julgados em quanto tempo? São homicidas. Trabalhando estava o feirante, os 2 culpados, 1 com 20 e outro com 25 anos, estavam fazendo racha. Pagarão as devidas indenizações para a família da vítima? Isto aconteceu em Santo André, SP.
Continuamos as observações a respeito da previsão, requisito fundamental para evitar acidente.
1) É verdadeiro afirmar que o cinto de segurança salva vidas. Assim sendo, é previsível que ao não usá-lo, numa colisão, por causa do impacto, a cabeça e o tórax possa chocar-se violentamente contra o volante e o para brisa do veículo? Já pensou condutor, quanta imprudência, já que o cinto está ali, na sua mão, à sua disposição e é só fixa-lo corretamente?
2) É verdadeiro afirmar que a moto é um veículo frágil, que não oferece ao condutor ou ao carona nenhuma proteção. É então previsível que numa colisão ou queda o dano sobrará para o motoqueiro? É previsível que ao fazer manobras perigosas, arriscadas e velozes a possibilidade de ocorrer um acidente é real? Será que o fato de estar trabalhando justifica tantos absurdos ? Há alguma dúvida que o motoqueiro imprudente tenha desamor à vida?
3) A bebida alcoólica também prejudica o pedestre. É previsível que o pedestre embriagado perca a noção se está caminhando na calçada ou na rua? É previsível que o pedestre embriagado possa atravessar uma rua ou uma rodovia sem prestar atenção a nada? Que ignorância ou que vício terrível a bebida alcoólica a ponto de fazer a pessoa perder a noção do tempo e do espaço.
4) Ao observar alguém dirigindo nervoso, com raiva, em estado de desequilíbrio emocional, é previsível que este condutor cause um acidente ou arranje uma discussão? Quanta bobeira se deixar dominar pelo estresse agudo ao dirigir? Quanta incapacidade de ter o pavio curto ao dirigir? O que fazer ao observar um condutor nestes condições?
5) Com os freios deficientes ou pneus carecas, é previsível que num momento que mais precise o condutor não consiga parar, podendo bater ou atropelar? Isto é negligência.
6) Numa rodovia de duplo sentido, um caminhão trafegando lentamente na sua frente faz sinal com a mão que você pode ultrapassar, porém a divisão da pista é com faixa dupla contínua e trata´se de uma curva aberta. Você atenderá o sinal do motorista do caminhão ou a voz do seu anjo da guarda que diz : não passe, não passe. É previsível que você encontre um outro veículo em sentido contrário?
7) Numa rodovia de duplo sentido, um veículo dá a seta para a direita indicando que vai para o acostamento, porém onde ele quer sair o acostamente está muito esburacado. É previsível que este condutor que deu o sinal para ir ao acostamento se demore um pouco para sair da pista. É previsível que ele reduzirá a velocidade mas se manterá sobre a pista um pouco mais? E você, também reduz a velocidade ou prefere buzinar, dar sinal de luz e xingá-lo?
Estas são situações que fazem parte da realidade do trânsito. E acontece mesmo. Por isso: Conheça os problemas sem transformá-los em acidentes.

Palestras e trabalhos educativos Fone 9163 46 47 email: hunzicker.luizeduardo32@gmail.com

 

Referências

Viver e saber

Tags: , , , , , , ,


Sobre o autor

Profissional de Tecnologia de Informação Formação em Analise e Desenvolvimento de Sistemas Proprietário de MEI - Ramo: Informática e Prestação de Serviços Sócio Cofundador Portal Negócios e Veículos Editor de Publicações Portal Negocios e Veiculos Consultor de Tendências e Ferramentas de Marketing Digital Perfil Empreendedor



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Connect with Facebook


Back to Top ↑